sexta-feira, 7 de junho de 2013

Irregularidades no concurso da Anvisa

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) publicou hoje (3) em seu site na internet nota informando que pediu esclarecimentos da empresa Cetro, organizadora do concurso aplicado no final de semana passado. 

A Anvisa quer informações sobre irregularidades apontadas em dois estados e Distrito Federal. O concurso deverá preencher 314 vagas de níveis médio e superior.

A agência soube dos problemas ocorridos na aplicação das provas no Rio de Janeiro, Distrito Federal e Alagoas. "A Anvisa avaliará a natureza das ocorrências e adotará todas as medidas para preservar a lisura do concurso e o direito de todos os participantes."

No Rio de Janeiro houve problema com a mudança do local de aplicação da prova. Previsto para o Cefet da unidade Maracanã, o local foi transferido para a Escola Vicente Januzzi, na Barra da Tijuca, em virtude do amistoso de futebol Brasil e Inglaterra. Os inscritos foram avisados por meio de mensagens enviadas para celular e por e-mail. A empresa Cetro publicou a mudança no Diário Oficial da União do dia 29 de maio, quarta-feira.

Candidatos de Maceió se queixaram que a folha de resposta tinha número de questões menor que a prova. Havia espaço para marcação de 60 respostas, mas a prova tinha 80 questões. Em Brasília, candidatos reclamaram do atraso na entrega dos cadernos com as questões e que receberam as provas violadas.



Fonte: Agência Brasil - Edição: Beto Coura

Nenhum comentário:

Postar um comentário